Tudo o que precisa de saber sobre Crédito Consolidado

27 de Fevereiro, 2020, publicado em "poupanca"

Crédito Consolidado | Certezza

Com a crise financeira, muitas famílias que, ao longo dos anos, acumularam vários créditos encontraram-se numa situação difícil no que respeita ao cumprimento das suas obrigações. Assim, como forma de as ajudar a fazer uma melhor gestão do crédito e orçamento familiar disponível, os bancos e outras instituições financeiras criaram o crédito consolidado. 

O crédito consolidado permite englobar todos os créditos, ou parte deles, em apenas um só. Deste modo, ao optar por esta solução, indivíduos com créditos antigos e taxas elevadas poderão obter mensalidades e taxas mais baixas.

Um crédito consolidado resulta numa só prestação inferior à soma do valor de todas as prestações individuais. Cada um dos créditos contraídos tem uma taxa de juro diferente e, com esta solução, o novo crédito terá apenas uma única taxa de juro, inferior às restantes, e um prazo de pagamento mais alargado.

Este tipo de crédito pode ser concedido a qualquer pessoa. Contudo, destina-se sobretudo a pessoas que têm vários empréstimos, nomeadamente aquelas com problemas bancários.

Existem dois tipos de crédito consolidado:

  1. Crédito consolidado com hipoteca de um imóvel: nesta modalidade pode, além de todos os empréstimos pessoais, juntar também o crédito à habitação. Caso não possua nenhum imóvel em seu nome, poderá dar uma outra casa como forma de garantia (usualmente a habitação de familiares). Nesta modalidade poderá obter os mesmos prazos de um crédito habitação (30 anos) e com taxas semelhantes às do crédito à habitação.
  2. Crédito consolidado sem hipoteca de um imóvel: aqui, não havendo uma hipoteca, poderá juntar todos os créditos num só, com uma prestação maior do que a de cada um dos seus créditos. A vantagem é que terá um prazo de pagamento mais extenso (normalmente até 10 anos). Ao reestruturar os seus créditos e obter uma taxa de juro mais baixa, poderá poupar mensalmente.

Quais são as reais vantagens do crédito consolidado?

 

Poupança

Ao consolidar todos os seus créditos num só, conseguirá obter uma prestação mensal mais baixa e diluída no tempo. A redução mensal poderá chegar até aos 60% em alguns casos, refletindo-se, assim, numa maior liquidez e possibilidade de poupança mensal. A taxa de juro final do crédito consolidado é, por norma, mais baixa do que a média das taxas de juro de todos os seus créditos e poderá ser mesmo muito mais baixa caso tenha um crédito à habitação e pretenda aderir à modalidade de crédito consolidado com hipoteca de imóvel. Por isso, se acredita que paga muito em taxas de juro dos seus diversos créditos, consolide-os num só.

Data de Pagamento

Com um crédito consolidado terá apenas uma prestação e uma data de pagamento a um único credor. Se tem vários créditos, cada um com a sua data de pagamento, este será um bom motivo para aderir ao crédito consolidado. Em vez de ter débitos aleatórios, passa a ter um pagamento mensal apenas. É importante, contudo, que não se esqueça de manter sempre disponível a quantia para pagar o seu crédito único, caso contrário poderá ter mais encargos com comissões de atraso e juros de mora.

Maior organização

Ao manter um único crédito, tornar-se-á mais consciente da sua situação financeira e, assim, poderá organizá-la melhor. É cada vez mais comum hoje em dia as pessoas não terem noção de quantos créditos têm. Poderá também visitar um mapa de responsabilidades, através do site do Banco de Portugal, onde poderá ver todos os créditos registados em seu nome. Com uma taxa de juro mais baixa vem uma folga financeira, por isso lembre-se de poupar para despesas inesperadas.

Acesso a mais financiamento

Atenção a esta vantagem, pois rapidamente poderá tornar-se numa desvantagem. Ao consolidar o seu crédito e tornar disponível a sua liquidez, poderá ter, mais facilmente, acesso a novos créditos. Apesar de ser uma vantagem, no sentido em que está liberto para obter financiamento adicional para qualquer eventualidade que possa surgir, lembre-se que ter mais um crédito significa maior endividamento. 

Rapidez no processo

Se já decidiu que o crédito consolidado é a melhor opção para si, saiba que este é um processo bastante simples e rápido. Geralmente, o processo está concluído em poucas semanas.

Apesar de vantajoso, nem tudo é um mar de rosas na consolidação do crédito.

Desvantagens a ter em consideração antes de avançar com o processo:

Juros mais elevados

Ao escolher o crédito consolidado, tenha em atenção que se for um cliente de risco, com problemas recorrentes a pagar os seus encargos, o spread que lhe será cobrado será maior.

Prazo mais extenso

Considere se um prazo mais alargado de pagamento é mesmo o ideal para a sua situação. Se prefere livrar-se dos seus encargos o quanto antes, um crédito consolidado poderá não ser a melhor opção para si.

Devedores com cadastro

O crédito consolidado não se aplica a indivíduos com cadastro. Se tiver prestações em atraso ou um historial de incidentes bancários, não poderá usufruir de uma consolidação dos seus créditos.

Com poupanças na ordem dos 60%, o crédito consolidado poderá ser um excelente aliado de poupança. Depois de estabilizar as suas despesas mensais, comece a poupar. O ideal é ter sempre de parte um montante que lhe permita, em caso de situações complicadas, não ter que pedir mais um empréstimo. 

Deixe os créditos apenas para investimentos grandes que melhorem significativamente a sua vida, pois um crédito é um compromisso muito sério, com certezza.

Start typing and press Enter to search

Certezza Crédito5 dicas financeiras para jovens | Certezza seguros