Por que as pessoas fazem as empresas

21 de Julho, 2020, publicado em "produtividade"

Pedro Morais Fidalgo CEO Certezza

Este mês a Certezza está de parabéns, pois faz 18 anos de existência. Para chegar a esta idade, uma empresa tem que passar por vários momentos: uns bons e outros menos bons. Quanto aos bons, gostamos de os recordar com carinho e alguma nostalgia. Já os menos bons também são para relembrar, pois obrigaram-nos a crescer e a chegar onde chegámos hoje.

Assim, neste mês de aniversário da Certezza, quero partilhar com os nossos leitores o que, na minha opinião, determina o sucesso de uma empresa.

VISÃO

Saber identificar onde estamos (o nosso ponto A) e onde queremos estar, o que queremos entregar, que serviço queremos ter para os nossos clientes e parceiros (ponto B). É essencial para que todos saibamos para onde nos dirigirmos.

E para nós, na Certezza, é “Ser a referência nacional na proteção das pessoas”, que é apoiada pela nossa missão “Proteger pessoas com Certezza!”

FOCO

Agora que sabemos o que queremos alcançar, “não tirar os olhos da bola” e arranjar mecanismos que nos ajudem a identificar o nosso progresso e necessidades de melhoria. Como outrora disse Peter Drucker, o guru da gestão, “Aquilo que é medido pode ser melhorado” e temos a felicidade de cada vez mais este sentimento estar embutido nas nossas atividades diárias.

ENGAGEMENT

Hoje, felizmente, é sabido que pessoas envolvidas e que contribuem para os projetos das empresas, racional e emocionalmente, têm uma maior produtividade. Muitas vezes tenho visto gestores tomarem decisões unilaterais, sem pedir opinião a quem realmente trabalha com o cliente. Eu acredito em algo diferente. Acredito que devemos ouvir quem tem esse know-how ou ir para a linha da frente experienciar a realidade e, em ambos os casos, providenciar as melhores ferramentas possíveis para que possam executar as suas funções com uma maior eficiência e eficácia.

CONGRUÊNCIA E TRANSPARÊNCIA

Se queremos ter clientes, colaboradores e parceiros satisfeitos, devemos manter a máxima congruência e transparência entre o que nos propomos oferecer e o que oferecemos de facto.

De que vale construir uma fantástica proposta de valor em word, excel, powerpoint ou verbal quando não conseguimos entregar tudo o que estamos a propor?

OTIMIZAÇÃO

PROIBIDO dizer: “Sempre fizemos assim”.

Se se ouvir esta frase, ótimo! Significa que está na altura de rever o processo, método ou rotina que tem valor determinante na operação e procurar formas de fazer mais rápido, se possível automático, e melhor.

Tudo pode ser alvo de melhorias, especialmente agora, que tantos progressos têm acontecido.

HUMILDADE

Numa empresa onde trabalhei, ouvi muitas vezes uma frase que me acompanhou e vai acompanhar para a vida: “Nunca te esqueças de onde vens”.

Tratar SEMPRE todas as pessoas com respeito e ter a humildade para reconhecer que existe muito que aprender e muito por palmilhar para se ganhar cada vez mais experiência.

Esta aprendizagem aparece de vários ângulos, que não detetamos quando não estamos atentos, pensando que já sabemos tudo.

Na Certezza sabemos que temos feito bons progressos, reconhecemos que muito, muito, muito temos ainda por fazer e que temos essa margem de progressão.

AS PESSOAS FAZEM AS EMPRESAS

Sim, soa a clichê, mas (e aqui aplica-se um mas) não estou preocupado, porque o que realmente quero fazer é agradecer às pessoas que estão comigo neste projeto da Certezza e lembrar-lhes o quanto têm feito.

Portanto, MUITO OBRIGADO, EQUIPA!

Sou grato pela vossa dedicação, pelo vosso foco, pela vossa determinação e por ACREDITAREM que temos capacidade para continuarmos a crescer ainda mais, protegendo cada vez mais famílias portuguesas e apoiando-as na poupança.

SIGAM A VOSSA INTUIÇÃO

Se tivesse que fazer uma lista dos fatores determinantes para o nosso sucesso, seriam os que referi acima. No entanto, o desafio de hoje é que não sigam apenas as listas e as prioridades. Sigam também a vossa intuição para conseguirem corresponder ao que é realmente necessário num determinado momento. As listas e as prioridades irão continuar a mudar, com certezza.

Texto escrito por Pedro Morais Fidalgo, CEO Certezza

Start typing and press Enter to search

Slow living | Certezza SegurosAcidentes Pessoais | Certezza Seguros