Importância da educação financeira

27 de Abril, 2020, publicado em "poupanca"

educação financeira certezza seguros

Saber como gerir os recursos financeiros é tão ou mais importante do que saber ganhar dinheiro. Mesmo com elevados rendimentos, se não fizer uma gestão financeira do seu património, poderá endividar-se e até perder dinheiro. 

Por outro lado, alguém que tenha noções de gestão financeira, mesmo com um rendimento baixo, conseguirá, certamente, manter-se financeiramente estável. Assim, a educação financeira permite tomar decisões inteligentes relativamente ao dinheiro. 

Se desconhece este termo ou como aplicá-lo, leia este artigo para entender como a educação financeira poderá ajudá-lo a melhorar a sua saúde financeira.

O que é a educação financeira

A educação financeira é o processo que pretende melhorar a compreensão dos indivíduos em relação a conceitos e produtos financeiros, a fim de tomarem decisões informadas relativamente aos riscos e oportunidades envolvidos na aquisição destes produtos.

Tendo vindo a crescer de forma significativa em Portugal, a educação financeira faz parte do dia a dia de várias empresas no nosso país, que adotaram programas de literacia financeira para os seus colaboradores, de modo a minimizar o impacto dos problemas financeiros pessoais na produtividade das suas equipas.

Educação Financeira Passo a Passo

Para começar a aplicar conceitos de educação financeira à sua situação atual, siga estes quatro passos.

1. Organize a sua rotina

Reserve algum tempo para repensar a sua rotina financeira e avalie a forma como gere o seu orçamento mensal. Inclua todos os rendimentos e despesas, assim como as poupanças que fizer.

O grande objetivo da educação financeira é que consiga chegar ao final de cada mês sem dificuldades. Para isso, terá de avaliar como algumas despesas afetam negativamente o seu orçamento familiar e o que poderá ser feito para minimizar o seu impacto. 

Quer se trate de problemas com o seu veículo ou compras feitas com cartão de crédito, é importante que mantenha reservado parte do seu orçamento para estas situações não atrapalharem o seu planeamento financeiro. Para tal, comece a poupar.

Já mencionamos, anteriormente, neste blog, a importância de poupar e até lhe demos algumas dicas para o começar a fazer, por isso, não tem desculpas para não se começar a organizar ou para adiar o seu plano de poupanças.

2. Registe as movimentações financeira

Registe todas as movimentações financeiras e identifique os gastos excessivos. Para aproveitar o seu dinheiro da melhor forma, poderá ter que fazer algumas mudanças nas suas escolhas de consumo.

Uma despesa, seja numa peça de roupa ou em algo mais dispendioso como um carro novo, tem que ser bem planeada. Assim, é essencial que esteja consciente dos recursos económicos disponíveis para atingir as metas que estão, de facto, ao seu alcance. Deste modo, mesmo existindo endividamento, este será a um nível mais controlado e com menor impacto na sua saúde financeira.

3. Livre-se das dívidas

Aprender a equilibrar as contas e eliminar dívidas será sempre útil ao lidar com dinheiro. Enquanto as dívidas não forem liquidadas, acumulam juros e irão dificultar todo o seu planeamento financeiro.

Comece por fazer um levantamento das dívidas em aberto, seja ao banco, a outras instituições financeiras ou a amigos e familiares. Além de conhecer os valores atuais das dívidas, veja também qual o valor inicial, isto é, o valor pelo qual o débito foi contraído (sem juros e encargos posteriores). 

Quando souber exatamente quanto deve e a quem, tente renegociar a dívida ou consolidar os seus créditos. Com a clareza sobre o que deve, a quem e as condições disponíveis para resolver a situação, atribua uma ordem de importância a cada uma das suas dívidas para começar a liquidá-las. 

A parte mais difícil deste processo será conseguir encaixar todas as prestações no seu orçamento mensal. Assim, se perceber que, ao pagar as suas dívidas, sobra-lhe pouco dinheiro para as outras despesas, pense em alternativas para aumentar os seus rendimentos. 

Hoje em dia pode ser simples obter rendimentos extra, nomeadamente como comissionista em part-time para empresas nos mais variados ramos. Com algum tempo livre e vontade, poderá conseguir rendimentos extra muito interessantes, que o ajudarão a liquidar mais rapidamente as suas dívidas, rumo à sua estabilidade financeira.

4. Aproveite as oportunidades financeiras

Uma das maiores vantagens da educação financeira é saber como otimizar o rendimento de produtos financeiros. Compreender os serviços financeiros disponíveis no mercado irá permitir-lhe analisar e comparar as soluções, a fim de verificar qual a mais vantajosa para si.

Ao tomar decisões de forma lógica e criteriosa conseguirá maximizar os lucros dos seus investimentos.

5. Crie hábitos financeiros

Somente ao repensar a sua rotina irá conseguir atingir melhores resultados na sua vida financeira. Reavalie todos os seus gastos e planeie atempadamente o seu orçamento mensal. Quando encontrar um equilíbrio neste processo, procure fazer dele um hábito. 

A educação financeira para jovens

Esta altura de mudanças no panorama sócio-económico é ótima para explicar aos seus filhos ou netos a importância da educação financeira. Quanto mais cedo os jovens adquirirem noções de planeamento financeiro, mais fácil será tornar os seus sonhos futuros em realidade. 

Os jovens têm uma vantagem relativamente aos adultos: têm mais tempo pela frente. Quanto mais tempo temos para investir, menor o montante a investir mensalmente. 

Assim, se começarem a investir para a reforma 30 anos antes de a mesma acontecer, conseguirão juntar um montante superior para aproveitar melhor o futuro.

A educação financeira pode fazer a diferença

Investir na educação financeira é a melhor forma de concretizar os seus sonhos. Tudo é possível com estabilidade financeira, para além de conseguir dormir muito mais tranquilo.

Comece hoje a pôr em prática estas dicas e mude os seus hábitos para atingir uma vida financeira mais saudável, com certezza.

Start typing and press Enter to search

Reforma PPR CertezzaSeguro de Vida - Certezza