Viagem


Porque fazer um seguro de viagem?

Seja em Portugal ou fora do país, as viagens são para relaxar sem preocupações. Um seguro de viagem assegura-lhe uma viagem tranquila, mesmo em caso de imprevistos e ajudá-lo-á a lidar com todas as situações de forma fácil e prática.

Quando fazer um seguro de viagem?

Os seguros de viagem deverão ser feitos antes do dia da viagem, para que tenha todas as coberturas ativas no dia em que viajar.

Quais as coberturas de um seguro de viagem?

Existem várias coberturas associadas a um seguro de viagem, pelo que deverá contratar aquelas que melhor se adequarem às suas necessidades. Contudo, as coberturas habituais são:

- Responsabilidade civil para danos que possa causar: trata-se de uma proteção jurídica que garante o pagamento de danos causados involuntariamente a terceiros por parte do tomador do seguro

- Despesas médicas e medicamentos de urgência, em consequência de doença ou acidente no estrangeiro: em caso de acidente ou doença súbitos, todos os custos com hospitalização, médicos e cirurgias estão abrangidos

- Assistência em viagem com serviços de apoio ao viajante

- Morte ou invalidez permanente: estas coberturas encontram-se dentro da proteção “acidentes pessoais em viagem” e garantem a indemnização em caso de morte ou invalidez permanente por acidente ocorrido durante a viagem 

- Imprevistos com a bagagem, como salvaguarda de estragos, perdas, furtos ou roubo: acionado quando se verifique dano das bagagens, contudo não inclui, na maioria das vezes, bens como dinheiro, jóias, telemóveis, entre outros.

É possível ampliar este conjunto de coberturas para assegurar também:

- Cancelamento da viagem: se, por motivos de doença grave, acidente, falecimento do segurado, cônjuge ou familiares diretos, for preciso cancelar a viagem, esta cobertura garante o reembolso do montante gasto

- Atraso no voo: garante o reembolso de despesas suplementares como hotel e/ou transporte em caso de demora na partida de um voo

Como acionar o seguro de viagem?

O seguro poderá ser acionado durante a viagem ou no regresso ao país de origem. Caso se trate de uma emergência médica ou necessidade de repatriação, poderá contactar diretamente a seguradora indicando o número da apólice. Reúna sempre toda a documentação referente ao sinistro: recibos e faturas associadas, relatórios médicos ou quaisquer outros documentos relevantes.

Como escolher um seguro de viagem?

Ao escolher um seguro de viagem deverá primeiro ter em conta se é realmente necessário fazer um seguro. Se for uma escapadinha de dois dias em Portugal, talvez não seja necessário. Por outro lado, se for esquiar para os Alpes, um seguro de viagem irá garantir que terá as coberturas que necessita. 

Para além de ter atenção às coberturas, procure saber também os capitais máximos das mesmas e tenha atenção às exclusões.

Por isso, aconselhamos a que pondere sobre o seguinte:

  • Quais as possibilidades de vir a precisar de acionar o seguro?
  • Quanto vale para si a sua tranquilidade em viagem?
  • Quanto tempo e para onde vai viajar (avalie se é um destino de risco)?
  • Vai fazer atividades físicas durante a viagem?
  • Qual o valor dos equipamentos e bagagem que leva consigo?
  • Tem suporte financeiro para custos de emergência no estrangeiro?

A decisão de fazer um seguro não obrigatório é muito pessoal e cabe-lhe apenas a si. 

Em caso de dúvida sobre se deverá ou não contratar um seguro de viagem e qual o que melhor se adequa à sua situação, fale connosco.

Trabalhamos com parceiros de referência para lhe oferecermos as melhores soluções em seguros de viagem.

Peça-nos uma simulação gratuita e sem qualquer compromisso.

Contacte-nos!